Squeak e Smalltalk no OLPC

Tirado da notícia Fisl – relato inicial e apanhado geral da primeira manhã do evento, do site br-linux.org:

…Mas pra começo, que dei uma passada voando pelo pavilhão, me diverti horrores com a criançada no estande da OLPC.

Nota: OLPC é o projeto “One Laptop Per Child”, Um Computador por Criança, que visa criar uma espécie de mini-notebooks a custo ao redor de 100 dólares para distribuir a estudantes da rede pública de ensino – tente pensar nestas máquinas como “pequenos cadernos eletrônicos”, ao invés de “vão dar notebooks de graça a crianças”; a idéia do projeto está muito além disso.

Sim, pode ser que não de certo, pode ser que dê muito cero, mas que é muito bom ver crianças brincando com interfaces inteligentes (Squeak, pra quem não conhece um smalltalk simples e perfeito para alimentar a fome de conhecimento dos nossos guris e gurias novinhos :-), e vendo que o “brinquedo” funciona.

Squeak e Smalltalk…

Conheci o Squeak uns anos atrás, quando fiquei curioso em conhecer a linguagem Smalltalk e saber como seria uma linguagem orientada a objetos ‘pura’. Achei a linguagem muito interessante, mas mais ainda o projeto Squeak e o fato de ele ser usado, principalmente, para ensinar princípios de computação e programação para crianças – vejam em http://squeakland.org/ , isto já existia muito tempo antes do OLPC ser sequer cogitado. O ambiente Squeak é inteiramente interativo, todo e qualquer objeto pode ser editado, remodelado, programado, ter eventos criados e assim por diante (*todo* e qualquer objeto, até a barra de título de uma janela, os botõezinhos de maximizar/minimizar, e até um label de texto qualquer dentro da janela).
Continuar lendo