Como trocar o Windows pelo Ubuntu

Geralmente eu não gosto de ficar criando posts no meu blog só pra colocar links para matérias em outros sites, mas esta não dava pra deixar de lado. O fato do portal G1 publicar alguma coisa favorável ao Linux já é, em si só, uma notícia, que dirá uma matéria explicando ao público que o Linux não é um bicho de sete cabeças.

Especial Linux: saiba como trocar o Windows pelo Ubuntu em seu PC

Nem li a matéria ainda, mas parece ser o suficiente para um iniciante dar seus primeiros passos com o Ubuntu. Lembrando que é possível rodar o Ubuntu direto do CD, sem instalá-lo no seu computador, ou seja, se você quer apenas ver este tal de Linux para conhecê-lo, não precisa apagar nada da sua máquina. Com o mesmo CD é possível tanto testar o Ubuntu sem instalar, quanto instalá-lo, se assim quiser.

Linux is not Windows.

Linux is not Windows.

Código fonte disponível é coisa antiga

Ao ouvir hoje em dias os termos “software livre” e “código aberto”, geralmente se pensa que são idéias recentes, de apenas alguns anos atrás, e para muitos trata-se apenas de uma “moda passageira” ou apenas mais “buzzwords”, coisa que não seria novidade no ramo da informática. Os mais desavisados provavelmente vão pensar que isto é uma moda que se iniciou no fim dos anos 90. Os ainda mais desavisados devem achar que é uma moda de “um pessoal aí” sobre “esse negócio de todos os programas serem de graça”. Mas não é de conceitos mal compreendidos que eu queria falar ainda – é da idade dessas idéias. A origem disso está mais distante que os anos 90.

Continuar lendo

Porque Livre?

Ontem dei uma palestra sobre software livre e de código aberto no I Encontro Nacional do GITEC, ocorrido na sede do Interlegis, que é um programa desenvolvido pelo Senado Federal para modernização e integração do poder Legislativo.

A palestra foi uma espécie de “condensado” de algumas aulas que dou na Pós em Software Livre do Instituto Fátima. O título é ambíguo de propósito; pode ser entendido como “porque usar, ou se interessar por, software livre?” ou como “porque (ou para que) um software é livre?”.

Está disponível para download na página de aulas e palestras.