Boatos por e-mail

(o título também poderia ser “Meu Milésimo Spam”.)

Responda a esta pergunta: você já recebeu um e-mail de um destes tipos abaixo?

  • Um e-mail sobre uma menininha com câncer, incluindo a foto da pobre menina, avisando que para cada pessoa a quem eu repassar o e-mail uma empresa irá doar alguns reais.
  • Um e-mail avisando que a Fanta Uva dá câncer, que a Coca-Cola já sabe mas não divulga, mas que o dr. Fulano de Tal do Hospital das Clínicas confirma que é verdade e que vários pacientes já morreram.
  • Um e-mail avisando de um novo vírus de computador, terrível, que pode apagar todo o seu sistema, e que é tão sério que a IBM, a Microsoft e até a rede americana de televisão CNN confirmaram que é seríssimo.
  • Um e-mail dizendo que a Motorola está com uma campanha nova, e que se você repassar o e-mail para 20 amigos você irá ganhar, de graça, um celular.

Agora, a segunda pergunta: você acreditou?

Porque não acreditar, não é mesmo? Afinal, mandar um e-mail não dá trabalho nenhum… uns cliques de mouse e pronto. Mas, e se não for verdade? Você estará ajudando a espalhar mais um boato…

Mais algumas perguntas pra fazer você pensar: ao receber uma mensagem dessas, você já pensou em procurar na internet o site do Hospital das Clínicas para ver se ele fala sobre esse tal problema tão sério da Fanta Uva? Já pensou em entrar no site da Motorola do Brasil para ver se, realmente, eles estão dando celulares de graça?
Dificilmente alguém tenta confirmar uma estória dessas antes de passar adiante. Procurar informações dá mais trabalho que repassar o e-mail com um clique apenas.

Identificando boatos

Este tipo de e-mail é chamado de “hoax” (que significa “trote” ou “boato”), e também de “pulha”. O que leva uma pessoa a perder tempo digitando um e-mail de mentira sobre uma pobre menininha com câncer, e ainda por cima anexar uma foto de uma menininha doente na mensagem? Acho que só espírito-de-porco mesmo… mas, mesmo que você pense que ninguém teria coragem de brincar com uma coisa dessas, eu te digo: pode acreditar, tem muita gente fazendo isso na internet. Portanto, pense duas, não, três vezes antes de sair repassando um boato adiante.

Um bom site de referência contra esses trotes virtuais é o www.quatrocantos.com. Lá eles mantêm uma lista sempre atualizadas com os trotes (eles chamam de “pulhas”) mais recentes.

Além disso, eles têm uma página comentando como é fácil identificar uma mensagem falsa. Leia essa página aqui. Por exemplo, sempre desconfie de qualquer e-mail que pede para você repassá-lo a todos os seus amigos, seja qual for o motivo.

Obrigado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s